Casas Noturnas Sustentáveis

Você já ouviu falar em “baladas verdes”? Pois tal conceito consiste em danceterias que funcionam por meio de métodos inovadores, que contribuem mais efetivamente para a preservação ambiental.

Baladas Verdes

Conhecidos como Sustainable Dance Clubs, os lugares que já aplicam métodos de funcionamento sustentável servem de modelos de inspiração para outras casas noturnas. É o caso dos Sustainable Dance Floors, ou seja, pistas de danças que produzem energia a partir dos próprios frequentadores dos locais.

Como funcionam as “baladas verdes”

A diversão em danceterias com a redução da poluição ocorre por meio da instalação de molas e microchips na parte de baixo das pistas. Tais mecanismos captam os movimentos das pessoas, que são enviados a um gerador, responsável por armazenar eletricidade. Assim, é possível acender lâmpadas de LED no ambiente.

O laboratório europeu de pesquisas ambientais Enviu estima que uma única pessoa seja capaz de produzir entre 2 e 20 Watts de energia em uma só noite, logo, bem menos do que o método tradicional, pelo qual uma lâmpada gasta aproximadamente 50 Watts se ficar acesa durante uma hora. Além disso, a pista de dança pode acender com cores distintas conforme a intensidade da movimentação das pessoas.

Mesmo que o novo modelo de geração de energia não seja o bastante para o abastecimento completo de uma danceteria, é possível ter uma economia de cerca de 30% em comparação com lugares iluminados do modo convencional.

Países que já possuem “baladas verdes”

Países europeus são pioneiros na conservação ambiental por meio da técnica de iluminação que depende da movimentação humana. Casas noturnas em Roterdã, na Holanda, já adotaram o método que evita o aumento da poluição.

Há também um clube em Londres cuja pista conta com materiais de quartzo, que armazenam carga e produzem eletricidade quando são pressionados. Sendo assim, quanto mais as pessoas dançam, mais energia é produzida.

f iconCompartilhar no Facebook
Quer mais notícias sobre sustentabilidade?

Nós gostamos de compartilhar histórias como essa no Facebook.
Clique em curtir abaixo e comprove.

(Sério, você não vai se arrepender!)

comente

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>