Condomínios Sustentáveis e Qualidade de Vida

Condominios SustentáveisNão há nada como garantir que o local onde você vive comporta-se em harmonia com tudo o que existe ao seu redor. Também não há nada melhor do que saber que os recursos necessários para a habitação do lugar onde você vive são obtidos de forma responsável e garantem uma continuidade para si e para a comunidade em que estão inseridos. Nada como saber que uma parcela substancial das despesas e dos gastos com a manutenção e conservação do seu local de moradia seja gerada pelos próprios resíduos produzidos por ela; não é mesmo?

Muito longe de tratar-se de uma utopia imaginada nos sonhos loucos de um ambientalista fervoroso, essa realidade já está presente em muitas das grandes cidades brasileiras e em diversos outros lugares espalhados por todo o planeta: São os condomínios sustentáveis.

Os condomínios sustentáveis são unidades habitacionais construídas levando-se em consideração todos os preceitos de sustentabilidade possíveis.

Desde a concepção do projeto e do início dos estudos para o levantamento do local onde serão erguidas as construções; até os elementos usados em sua construção e em seu acabamento. Tudo é pensado levando-se em consideração a certificação de materiais, o uso racional de recursos naturais e materiais usados na construção. Além disso, os condomínios sustentáveis têm um planejamento detalhado para o descarte ou para a reciclagem dos resíduos gerados pelas obras e, depois, pela habitação das unidades construídas.

Com todos esses cuidados e com todas as garantias de que as normas de sustentabilidade serão seguidas pelo empreendimento, os condomínios sustentáveis se transformam em verdadeiros oásis de qualidade de vida e de garantia de um ambiente saudável de moradia logo assim que iniciam a ocupação. Com o passar do tempo e com a adequação ao novo modo de vida por parte de todos os moradores, os condomínios sustentáveis tendem a transformarem-se em ilhas de bem viver e em propagadores da experiência sustentável de viver. Em muito pouco tempo, acabam “contaminando” a comunidade que os cerca e assumindo um papel agregador de idéias e práticas ligadas a sustentabilidade e a conservação derecursos naturais. Servindo, muitas vezes, como um agente agregador e catalisador desses comportamentos socialmente e ambientalmente responsáveis.

Uma difusão maior de condomínios sustentáveis pelas cidades brasileiras seria responsável pela melhoria substancial na qualidade de vida de milhões de brasileiros que hoje vivem em prédios doentes ou que desperdiçam recursos de forma irresponsável e ignorante. Uma compreensão maior de nossas autoridades e uns entendimentos de que os ganhos com a qualidade de vida e em bem estar das populações envolvidas deveria promover em nossos governos à vontade de levar o conceito dos condomínios sustentáveis até para a efetivação de projetos visando à habitação popular.

Desta forma, seriam atingidos diversos objetivos com um único projeto: criar-se-iam moradias de qualidade, abrir-se-iam possibilidades de geração de recursos para os moradores com a reciclagem e o gerenciamento dos resíduos provenientes do próprio empreendimento e garantiria-se uma elevação da auto-estima dessas comunidades e desses cidadãos ao serem responsáveis por uma nova postura habitacional e ambientalmente responsável.

f iconCompartilhar no Facebook
Quer mais notícias sobre sustentabilidade?

Nós gostamos de compartilhar histórias como essa no Facebook.
Clique em curtir abaixo e comprove.

(Sério, você não vai se arrepender!)

comente

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>