O Que Faz o Ministério do Meio Ambiente

Ministério meio ambiente

Criado em 1992, o Ministério do Meio Ambiente tem como objetivo promover a preservação ambiental no Brasil, aumentando o conhecimento e fiscalizando a execução de políticas relacionadas ao tema. Além disso, o órgão defende a sustentabilidade no uso de recursos naturais e luta para que o planejamento público respeite os preceitos do desenvolvimento sustentável.

A pasta, que internamente é subdividida em secretarias com temas específicos, é a responsável, entre outras estratégias essenciais à defesa do meio ambiente, por estabelecer: o controle do desmatamento; a conciliação do desenvolvimento econômico e ambiental; a manutenção e recuperação dos biomas e da biodiversidade brasileira. Subordinada diretamente ao Presidente da República em exercício, a equipe comandada pelo ministro tem autoridade para criar normas e utilizar os recursos destinados ao ministério.

Na discussão recente sobre o novo Código Florestal brasileiro, o Ministério do Meio Ambiente posicionou-se contrário às alterações nas leis que regulamentam a proteção florestal no país. Por indicação da ministra em exercício, Izabella Teixeira, o texto teve vários pontos vetados pela Presidente da República, Dilma Roussef. Outras ações da pasta nos últimos anos foram o início do mapeamento de florestas nacionais, a fiscalização de resíduos sólidos despejados no meio ambiente, além da proibição da captura e comércio de espécies ameaçadas.

O órgão também atua com campanhas para promover a conscientização da sociedade em temas considerados essenciais. Em novembro de 2012, por exemplo, foram impressas cartilhas destinadas a pais e professores para alertar sobre os perigos que o consumismo infantil traz à sustentabilidade. O ministério executa ainda ações mais amplas para incentivar a adesão da sociedade à coleta seletiva e à extinção das sacolas plásticas.

Além de campanhas desse tipo, que ajudam o cidadão comum a mudar seus hábitos em favor da preservação ambiental, a pasta garante estímulos a empresas e organizações que contribuam para o desenvolvimento sustentável. Um bom exemplo desta prática é o Fundo Nacional sobre Mudança do Clima, destinado ao financiamento de projetos que ajudem a diminuir os impactos do aquecimento global.

f iconCompartilhar no Facebook
Quer mais notícias sobre sustentabilidade?

Nós gostamos de compartilhar histórias como essa no Facebook.
Clique em curtir abaixo e comprove.

(Sério, você não vai se arrepender!)

comente

4 Comentários para “O Que Faz o Ministério do Meio Ambiente”

  1. Valdir Sakamoto

    Moro na capital de São Paulo ao lado da Serra da Cantareira, Brasilândia, onde há muitas carências e desrespeito à natureza. Tenho um projeto "na cabeça" para educar crianças ambientalmente e proteger a mata. Como posso obter ajuda de vcs para escrever o projeto? abs.

  2. Genicerle Nogueira

    Criado em 1992, o Ministério do Meio Ambiente tem como objetivo promover a preservação ambiental no Brasil, aumentando o conhecimento e fiscalizando a execução de políticas relacionadas ao tema. Além disso, o órgão defende a sustentabilidade no uso de recursos naturais e luta para que o planejamento público respeite os preceitos do desenvolvimento sustentável.

    A pasta, que internamente é subdividida em secretarias com temas específicos, é a responsável, entre outras estratégias essenciais à defesa do meio ambiente, por estabelecer: o controle do desmatamento; a conciliação do desenvolvimento econômico e ambiental; a manutenção e recuperação dos biomas e da biodiversidade brasileira. Subordinada diretamente ao Presidente da República em exercício, a equipe comandada pelo ministro tem autoridade para criar normas e utilizar os recursos destinados ao ministério.

    Na discussão recente sobre o novo Código Florestal brasileiro, o Ministério do Meio Ambiente posicionou-se contrário às alterações nas leis que regulamentam a proteção florestal no país. Por indicação da ministra em exercício, Izabella Teixeira, o texto teve vários pontos vetados pela Presidente da República, Dilma Roussef. Outras ações da pasta nos últimos anos foram o início do mapeamento de florestas nacionais, a fiscalização de resíduos sólidos despejados no meio ambiente, além da proibição da captura e comércio de espécies ameaçadas.

    O órgão também atua com campanhas para promover a conscientização da sociedade em temas considerados essenciais. Em novembro de 2012, por exemplo, foram impressas cartilhas destinadas a pais e professores para alertar sobre os perigos que o consumismo infantil traz à sustentabilidade. O ministério executa ainda ações mais amplas para incentivar a adesão da sociedade à coleta seletiva e à extinção das sacolas plásticas.

    Além de campanhas desse tipo, que ajudam o cidadão comum a mudar seus hábitos em favor da preservação ambiental, a pasta garante estímulos a empresas e organizações que contribuam para o desenvolvimento sustentável. Um bom exemplo desta prática é o Fundo Nacional sobre Mudança do Clima, destinado ao financiamento de projetos que ajudem a diminuir os impactos do aquecimento global.

  3. Walkiria Zanchetta

    Eu tenho o hábito de separar o lixo orgânico do reciclável pois trabalho em uma escola que tem um projeto de lixo reciclável, porém, há seis meses mudei para uma cidade do litoral paulista onde não há nenhum projeto nesse sentido, um absurdo! Gostaria de informação de como propor essa medida à prefeitura local.Como ajudar a viabilizar a reciclagem de lixo na cidade, pois me preocupo muito com o meio ambiente.

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>