Edifícios Verdes se Espalham pelo Brasil

Edificios VerdesA crescente onda de problemas relacionada com o meio ambiente; acabou provocando, mesmo que à força, uma maior conscientização da humanidade para a necessidade urgente de economizarmos recursos preciosos como a água e a energia. Os desperdícios que vinham sendo cometidos ao longo dos últimos séculos e o consumo desenfreado; começaram a cobrar um preço muito alto e acordaram os seres humanos para a possibilidade de um futuro negro.

Assim, essa necessidade de economizar os recursos naturais e mesmo assim garantir que o crescimento econômico e populacional pudesse ocorrer com tranqüilidade, fez surgir a idéia de que deveríamos usar os recursos de que dispúnhamos com mais eficiência e racionalidade. Desta forma, criaram-se maneira e procedimentos que foram aplicados a construção de prédios e que fizeram com que, esses prédios, passassem a ter o mesmo conforto dos prédios convencionais gastando menos energia e água. Por isso, a um custo operacional menor e com uma eficiência maior; esses prédios começaram a ser notados e percebeu-se que eram até melhores para se habitar do que os prédios convencionalmente construídos. A esses prédios começou-se a atribuir o nome de Edifícios Verdes.

Edifícios Verdes no Brasil

Assim, com a retomada do desenvolvimento econômico brasileiro, muitas empresas começaram a se preocupar mais com o bem estar de seus funcionários e também com a economia de recursos financeiros que esses edifícios poderiam representar. Então, de uns anos para cá, começaram a aparecer no Brasil os primeiros edifícios verdes. Nos dias atuais, essa preocupação aumentou e já se cogita até mesmo a criação de certificações que graduem o quanto um determinado prédio é “verde”.

Em nosso país o primeiro edifício verde foi o prédio de um grande banco na capital paulista, o Banco Real. Depois desse “ponta pé inicial”, diversas outras empresas se “animaram” em construir seus próprios edifícios verdes e aparentemente essas construções já estão se espalhando pelas grandes cidades brasileiras e propiciam uma enorme economia de recursos energéticos e hídricos de suma importância para nosso país.

Por que Edifícios Verdes?

Os edifícios verdes aproveitam melhor a iluminação proporcionada pelo sol e os ventos. Desta forma, é necessário uma menor quantidade de energia para refrigerar e iluminar o interior da construção. Da mesma forma, os edifícios verdes promovem a reciclagem de seus resíduos ou a correta destinação do que não pode ser reciclado. Sem qualquer dúvida, essa prática poupa milhões por ano em tratamento, transporte e descarte desses resíduos.

Recentemente, com a ampliação da demanda por edifícios verdes, diversos empresários preocupados em garantir a obediência aos parâmetros de construção desses prédios; fundaram o Conselho Brasileiro de Prédios Verdes (Green Building Council do Brasil). Com isso, eles esperam estimular ainda mais a construção de edifícios verdes em mais localidades brasileiras. Garantindo acesso as normas e aos fornecedores adequados e futuramente mantendo um rígido controle para a certificação dos edifícios verdes.

Resta ainda promover uma legislação especial que regule e determine especificamente o que deve ser considerado material “verde” ou “sustentável”. Pois, nos dias de hoje, já existem materiais de construção feitos com elementos reciclados; mas que duram muito pouco tempo. Logo, se transformarão em novos resíduos muito rapidamente e isso não pode ser considerado como “sustentável”.

Certamente chagará o dia em que os edifícios verdes estarão por toda parte em nossas cidades e, neste dia, o Brasil será um lugar muito melhor para se viver.

f iconCompartilhar no Facebook
Quer mais notícias sobre sustentabilidade?

Nós gostamos de compartilhar histórias como essa no Facebook.
Clique em curtir abaixo e comprove.

(Sério, você não vai se arrepender!)

comente

2 Comentários para “Edifícios Verdes se Espalham pelo Brasil”

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>