Comprando Apartamentos Sustentáveis

Apartamentos SustentáveisO que você procura ao comprar um apartamento? Notadamente, um bom preço; uma boa construção e uma boa qualidade de vida para você e sua família nesse novo lar. Não é mesmo?

Pois é. Durante muito tempo, a construção civil pensou que esses fatores se resumiriam a um apartamento bem dividido, a um prédio bem feito e a um acabamento bonitinho. Mas, nos dias atuais, graças às mudanças provocadas pelo aquecimento global e a constante gritaria dos ecologistas a respeito dos graves problemas e da crise ambiental que nos aguarda num futuro próximo ou mesmo imediato; os empresários da construção civil acabaram alterando o seu padrão de pensamento como, aliás, fizeram inúmeros outros empresários dos mais diversos setores.

Dessa mudança de pensamentos; surgiu a tentativa de criarem-se imóveis que fossem capazes de se enquadrar nas normas preconizadas pelos ecologistas e que os classificariam como empreendimentos sustentáveis.

Isso não foi muito fácil no início, devido aos tradicionais meios usados para se construir prédios ou apartamentos durante séculos. O meio da construção civil nunca foi o mais limpo e tradicionalmente era considerado entre os grandes poluidores e os grandes vilões do meio ambiente em qualquer parte do planeta. Os grandes volumes de entulhos e de resíduos que as construções proporcionavam. Eram considerados um verdadeiro pesadelo ecológico; porque, em muitos lugares, eles tinham como único destino os rios ou lugares de florestas.

Além disso, o péssimo nível de instrução de seus empregados causava enormes problemas para que assimilassem os novos conceitos de construção e a real necessidade de procederem-se todas essas mudanças.

Mas, pensando nisso, empresários e engenheiros uniram-se como parte integrante de uma frente de pessoas interessadas em possibilitar a mudança de pensamento do setor e começaram o trabalho, lento e contínuo, para criar uma nova forma de construir apartamentos.

Assim, os apartamentos sustentáveis começaram sua caminhada rumo ao sucesso e a preferência dos consumidores nos países mais ricos. Comprar apartamentos sustentáveis passou a ser uma importante maneira de garantir uma boa maneira de economizar-se dinheiro com as costas de serviços concessionários que nunca deixam de crescer e representam sempre um fardo extremamente pesado para cidadãos do mundo todo. Ainda mais agora com os problemas climáticos que encarecem o tratamento de água e a geração de energia.

Para que um prédio de apartamentos sustentáveis seja considerado assim, é necessário que alguns passos seja seguidos desde a planta e do planejamento do empreendimento. É necessário que todo o local onde a obra seja executada (o canteiro) e as áreas adjacentes a ele sejam recuperadas e sejam mantidas inalteradas após o término das obras. É necessário que se busque o racionalismo completo no uso da água e da energia elétrica; com o aproveitamento da água de chuva e de fontes alternativas de energia. Oferecer a reciclagem de lixo e dejetos ou trabalhar com empresas locais que o façam. Manter o mais baixo possível as emissões de poluentes e de carbono provenientes da construção e do prédio após ser habitado. E buscar sempre a eficiência máxima de todos os elementos e materiais usados no projeto e na construção.

Atendendo a todos esses parâmetros, os apartamentos sustentáveis recebem sua certificação e já passam a disponibilidade de seus felizes moradores. A compra de um desses imóveis é tão vantajosa que, em longo prazo, a economia proporcionada pelas técnicas usadas; podem significar o retorno aos bolsos dos compradores de uma parte razoável do valor pago pelo imóvel em forma de recursos financeiros economizados nas contas de água, luz e esgoto em comparação com um imóvel convencional.

f iconCompartilhar no Facebook
Quer mais notícias sobre sustentabilidade?

Nós gostamos de compartilhar histórias como essa no Facebook.
Clique em curtir abaixo e comprove.

(Sério, você não vai se arrepender!)

comente

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>