Aluguel de Imóveis em Ribeirão Preto Sobe

Ribeirão PretoCom a aceleração da inflação que experimentamos em meados de 2008, os índices que regem os reajustes de aluguel de imóveis em Ribeirão Preto e em todo o Brasil sofreram reajustes além do que seria esperado. No entanto, mesmo com esses aumentos acima do que era considerado “normal”, para esse mercado, em nossa cidade, inquilinos (em sua maioria) não se preocuparam com os índices e sequer procuraram as imobiliárias em busca de acordos.

Esse “fenômeno” deve-se em grande parte ao fato de que muitos imóveis em Ribeirão Preto estavam já há bastante tempo sofrendo reajustes pífios ou mesmo sem ter qualquer reajuste. Com isso, os valores dos aluguéis, mesmo após um reajuste teoricamente pesado, ainda estão num patamar que se enquadra adequadamente às condições de pagamento dos inquilinos.

Mesmo com a opção de negociar, muitos inquilinos chegaram à conclusão de que se saíssem em busca de novos imóveis em Ribeirão Preto para alugar; pagariam valores superiores aos que pagariam em seus próprios imóveis de moradia ou, em alguns casos, até mesmo superiores (mesmo já se considerando os valores reajustados). Sem dúvida, esse foi o grande fator de motivação para que se mantivesse uma certa estabilidade neste mercado; mesmo após o estouro da crise econômica mundial.

O empenho de ambas as partes e as negociações quase “relâmpago” que aconteceram, deixam claro que tantos os proprietários quanto os locatários de imóveis em Ribeirão Preto estão satisfeitos com as condições que encontraram em seus atuais contratos. O proprietário está satisfeito com um inquilino que paga em dia e conserva seu imóvel e os locatários estão satisfeitos pela localização e pelas condições de moradia. Na verdade, todo mundo ganha e fica feliz.

Pequenas reformas, como pinturas e pequenos concertos também podem ser usados como moeda de troca pelos inquilinos como forma de trocarem a realização desses reparos por abatimentos ou isenção de alguns meses de aluguel.

Infelizmente, com o aumento da pressão sobre o mercado imobiliário e de construção civil provocada pela crise econômica mundial e o encarecimento dos financiamentos, a busca pela compra da casa própria por muitos brasileiros transformou-se novamente em um sonho distante. Ainda mais com a instabilidade em relação ao emprego e as enormes facilidades criadas pela nova legislação para a retomada dos imóveis em caso de inadimplência. Assim, o mercado de imóveis em Ribeirão Preto, voltados para o aluguel, tenderá a ser aquecer no próximo ano com um substancial aumento pela procura por novas unidades. Essa perspectiva de aquecimento se une aos fatores anteriormente mencionados para proporcionar um aumento ainda mais forte aos valores cobrados pelos aluguéis em nossa cidade.

Por isso mesmo, é muito importante que inquilinos e proprietários tenham em mente que pode ser muito melhor entrar numa negociação que seja recompensadora para ambos os lados, do que passar pela experiência da busca por uma nova moradia que, na maior parte dos casos custará mais. Ou, no caso dos proprietários, ficar com os imóveis vazios por um bom período de tempo e ter de arcar com despesas como condomínio e impostos.

f iconCompartilhar no Facebook
Quer mais notícias sobre sustentabilidade?

Nós gostamos de compartilhar histórias como essa no Facebook.
Clique em curtir abaixo e comprove.

(Sério, você não vai se arrepender!)

comente

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>