Despoluição do Rio Pinheiros

Capa Pinheiros

Um dos grandes problemas enfrentados pelas grandes cidades é a poluição dos rios. Isso não acontece somente no Brasil e não é uma questão recente. O rio Sena, em Paris, também já enfrentou a poluição severa, porém após vários investimentos e trabalho durante muitos anos, atualmente ele é um rio limpo que deixa a cidade ainda mais bonita.

Em São Paulo é possível ver três rios em estado deplorável: o Tietê, o Tamanduateí e o rio Pinheiros. Vários testes já foram feitos nessas três vias fluviais que cruzam a grande capital paulistana, no entanto nada parece ter um efeito positivo e duradouro.

Este ano foi apresentada uma nova técnica. Um estudo, que está sendo conduzido pela Secretaria Estadual de Meio ambiente, quer devolver a oxigenação para o rio Pinheiros. Para isso, foram separadas seis amostras da água do rio, cada uma recebendo um tipo de experimento e uma sem nenhum tratamento para comparação com as outras.

Em todas as coletas, o nível de oxigênio subiu de 0 para dois miligramas por litro, o mínimo necessário para a presença de vida no local. De acordo com os envolvidos no projeto, caso o rio conseguisse atingir esse nível em toda a sua extensão, seria possível desaguar nos mananciais Billings e Guarapiranga, ajudando na distribuição de água para a cidade.

Porém, de nada irá adiantar todo o projeto se um investimento alto não for feito na área de saneamento básico. Hoje, muitos esgotos clandestinos e também de indústrias despejam seus dejetos no Pinheiros, piorando a sua situação, junto com pessoas que jogam lixo diretamente no leito, contribuindo com as enchentes que ocorrem com frequência na capital.

A mesma tecnologia poderia ser usada no Tietê, entretanto isso não é possível. O motivo é que, no Pinheiros, a poluição é causada por dejetos trazidos pela chuva e entulhos depositados pela população, enquanto o Tietê contém esgotos provenientes de cidades vizinhas, aumentando ainda mais o seu nível de sujeira.

A previsão é que em 2019 o Pinheiros esteja em fase de limpeza bem avançada, mas, enquanto isso, os moradores precisam conviver com esse rio poluído e com os problemas que ele pode gerar.

f iconCompartilhar no Facebook
Quer mais notícias sobre sustentabilidade?

Nós gostamos de compartilhar histórias como essa no Facebook.
Clique em curtir abaixo e comprove.

(Sério, você não vai se arrepender!)

comente