Doação de sangue: porque também fazemos parte do meio ambiente

Apesar de sermos muito diferente dos outros seres vivos que compõe o meio ambiente, nós também fazemos parte dele. O problema é que muitas vezes esquecemos disso, deixando de cuidar não somente da natureza, mas uns também uns dos outros. Para que possamos construir um mundo melhor para todos, é imprescindível começarmos cultivando o respeito e solidariedade para preservação da humanidade. Algumas ações sociais têm esse objetivo, como é o caso da doação de sangue.

menina abraçando árvore

Quem disse que não somos parte do meio ambiente? – Fonte da imagem: Planeta Sustentável

Por que a doação de sangue é importante?

Não à toa, o sangue é chamado de líquido da vida: ele que transporta as substâncias necessárias para o funcionamento e proteção do organismo. Devido a doenças ou acidentes, algumas pessoas precisam de transfusão para garantir a continuidade do tratamento ou a preservação de sua vida.

Para atender a todos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) determina que entre 3,5% e 5% da população de um país seja doadora. No entanto, por aqui o índice não chega a 2%. Por esse motivo, é tão importante se conscientizar sobre a doação de sangue e ainda incentivar amigos e familiares a fazer o mesmo.

doação de sangue

Atitude sustentável de hoje é Doar Sangue – Fonte da imagem: Enfim casada

Requisitos para doação de sangue

Para garantir a segurança do voluntário e de quem receberá a transfusão, os hemocentros fazem algumas exigências. Além de precisarem estar bem descansado e alimentado, é necessário também:

  • Estar em boas condições de saúde
  • Ter entre 16 e 69 anos de idade, desde que a primeira doação tenha sido realizada até 60 anos
  • Pesar no mínimo 50 Kg
doação de sangue atitude

Fonte da imagem: Boas Práticas Farmacêuticas

Alguns casos impedem temporariamente a doação de sangue, como: resfriado, gravidez, pós-parto, amamentação, ingestão de bebidas alcoólicas até 12 horas antes, tatuagem nos últimos 12 meses, exposição ao risco de doenças sexualmente transmissíveis e residir em estados em que haja prevalência de malária.

Já as pessoas abaixo, infelizmente, são impedidas de doar sangue:

  • Portadores de hepatites diagnosticada após os 11 anos
  • Com evidências clínicas ou laboratoriais de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como hepatites B e C, AIDS, doenças associadas ao vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
  • Usuário de drogas ilícitas injetáveis
  • Contaminados por malária

Mesmo que você não possa doar por algum motivo, não custa nada incentivar parentes, amigos e conhecidos a serem voluntários. Essa atitude certamente salvará diversas vidas.

Como doar

Para doar, basta comparecer a um hemocentro mais próximo de sua localidade, procurando-o por aqui. A Fundação Pró-Sangue possui postos instalados em regiões acessíveis da cidade de São Paulo. Caso você more próximo a algum, a instituição oferece transporte gratuito de ida e volta. Ao decidir doar, solicite e siga todas as orientações necessárias.

doar sangue

Fonte da Imagem: Verdinho Itabuna

 

A recuperação do sangue retirado ocorre em até 24 horas e você poderá doar novamente no período indicado, sendo para homens de 60 dias e para mulheres de 90 dias.

Você também vai gostar de:

  1. Sustentabilidade social – Ações Sociais Sustentáveis

 

 

f iconCompartilhar no Facebook
Quer mais notícias sobre sustentabilidade?

Nós gostamos de compartilhar histórias como essa no Facebook.
Clique em curtir abaixo e comprove.

(Sério, você não vai se arrepender!)

comente

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>