Coleta Seletiva: único meio de impedir que São Paulo se torne um enorme lixão

Se você assistiu a animação Wall-E da Pixar, já viu o que o aumento da quantidade de lixo pode causar ao nosso planeta. Caso não tenha visto, apenas observe a imagem abaixo.

Wall-E | Fonte da imagem: alocvet.narod.ru

Wall-E | Fonte da imagem: alocvet.narod.ru

A reciclagem, processo que transforma o lixo em material capaz de ser usado novamente, é o único meio impedir que esse futuro aconteça.

Somente o Município de São Paulo, de acordo com dados disponibilizados pela Prefeitura da cidade, gera cerca de 20 mil toneladas de resíduos por dia, sendo que, desse montante, 12 mil correspondem somente ao descarte de lixo doméstico. Mas nós temos a ferramenta capaz de mudar esse panorama: a coleta seletiva, basta cada um fazer a sua parte.

Pontos de Entrega Voluntária

Atualmente o Município de São Paulo apresenta uma importante variedade de lugares que podem receber parte do volume de lixo reciclável produzido na cidade. Divididos entre cooperativas e ecopontos, esse locais, que possuem cadastro na prefeitura, estão aptos a recolher  até 1 metro cúbico de entulho, resíduos recicláveis e móveis. Algumas cooperativas também coletam óleo de cozinha usado.

Lico reciclável 03

A coleta de lixo reciclado, de acordo com dados da Prefeitura de São Paulo, atende cerca de 86 distritos, dos 96 que o Município possui. Essa abrangência se deve a um sistema a base de PEV’s (Pontos de Entrega Voluntária), localizados em alguns pontos estratégicos da cidade, e “PEV’s menores”, aqueles containers verdes de 1000 e 2500 litros que ficam em locais de grande movimento, como bancos, supermercados e condomínios.

Atenção: caso seu endereço não seja atendido pela coleta seletiva realizada porta a porta e não tiver um PEV por perto, você pode deixar os resíduos recicláveis na rua, pois os dias da coleta desse tipo de material são diferentes dos da coleta orgânica.

Fonte: www.prefeitura.sp.gov.br/

Fonte: www.prefeitura.sp.gov.br/

Nossa parte

Nosso único trabalho é separar o lixo reciclável do orgânico, tomando cuidado para retirar todos os resíduos que sobrarem na embalagem e levar tudo sequinho até um PEV. Já o descarte de aparelhos eletrônicos é realizado apenas na Coopermite. As lâmpadas podem ser deixadas em lojas de iluminação ou de material de construção.

f iconCompartilhar no Facebook
Quer mais notícias sobre sustentabilidade?

Nós gostamos de compartilhar histórias como essa no Facebook.
Clique em curtir abaixo e comprove.

(Sério, você não vai se arrepender!)

comente

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>